Coronavírus faz universidades privadas de SP adotarem vestibular online e nota do Enem

UOL • 10 de junho de 2020

As principais universidades privadas de São Paulo promoveram alterações em seus vestibulares de inverno, como consequência das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. A realização de provas online e a aceitação de notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão entre as soluções encontradas para admitir novos estudantes no segundo semestre de 2020. Ainda não há cronograma definido para quem deseja ingressar em 2021. As aulas presenciais no ensino superior têm previsão de retorno para o início de agosto.

A exceção aos vestibulares online fica por conta da Mackenzie. Mesmo diante das recomendações de isolamento, a universidade manteve as provas presenciais para todos os cursos. A instituição garantiu que "serão respeitadas todas as orientações de saúde dadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com distanciamento social em todas as salas de aulas onde ocorrerá a prova".

Interessados em vagas nas unidades de Higienópolis e de Alphaville podem se inscrever até 23 de junho, pelo site da instituição. Os exames acontecem apenas no campus Higienópolis, no dia 7 de julho, às 14h.

Candidatos ao curso de Arquitetura e Urbanismo fazem prova adicional de habilidade específica em 8 de julho, também às 14h. Na Mackenzie de Campinas, as inscrições vão até 6 de julho. A prova será realizada em 18 de julho, às 13h, no campus da própria cidade.

A Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), a Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Insper realizarão os processos seletivos de forma exclusivamente online, em datas definidas. A Faap tem inscrições abertas até a próxima sexta-feira, 12, com prova marcada para o domingo, 14, das 10h às 12h. A FGV aceita candidaturas apenas para o curso de Administração de Empresas, até 1.º de julho. O exame a distância acontece em 26 de julho.

O Insper, por sua vez, estendeu os prazos do processo seletivo. A entidade recebe inscrições no site até 24 de junho, e a primeira fase da prova está marcada para 19 de julho. A segunda fase, com avaliação das habilidades socioemocionais para os aprovados, será realizada de 7 a 11 de agosto.

"Contaremos com monitoramento digital dos candidatos ao longo da prova, controle de exposição das questões, entre outros recursos para garantir a honestidade intelectual. A escolha da solução, portanto, visou garantir dois pilares essenciais do processo seletivo: confiabilidade (segurança) e qualidade (da prova)", explicou o Insper em nota.

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) decidiu cancelar as provas do vestibular de inverno. Para admitir novos alunos no segundo semestre, a faculdade vai considerar notas do Enem de 2018 e de 2019. O candidato poderá escolher sua melhor nota entre as duas opções e efetivar a inscrição até as 23h59 do dia 24 de junho. Estudantes com nota inferior a 500 pontos na redação do Enem serão desclassificados.

Na Universidade Nove de Julho (Uninove) e na Universidade Paulista (Unip) é possível agendar a data de preferência para realizar a prova online. Na Unip, o processo seletivo vai até 30 de junho. Ambas também oferecem a possibilidade de ingresso no ensino superior a partir da nota do Enem. A Uninove, porém, suspendeu o vestibular de Medicina para o segundo semestre e só voltará a admitir alunos nesse curso para 2021, com base em exame a ser realizado no fim deste ano.

O Enem foi adiado por conta da pandemia de covid-19, mas ainda não possui nova data. As inscrições se encerraram em 27 de junho, mas os candidatos podem pagar a taxa até a próxima quarta-feira, dia 10.

Notícia publicada no site UOL, em 09/06/2020, no endereço eletrônico: https://educacao.uol.com.br/noticias/agencia-estado/2020/06/09/coronavirus-faz-universidades-privadas-de-sp-adotarem-vestibular-online-e-nota-do-enem.htm


Restrito - Copyright © Abrafi - Todos os direitos reservados