As principais inovações do ano, segundo a Times

WHOW • 07 de dezembro de 2020

Fonte da Notícia: WHOW

Data da Publicação original: 01/12/2020

Publicado Originalmente em: https://www.whow.com.br/inovacao/as-principais-inovacoes-do-ano-segundo-a-times/

Anualmente a revista norte-americana Times publica uma lista com as principais inovações do ano. São inventos que “fazem o mundo melhor, mais inteligente e até mais divertido”, segundo define a publicação.

Para chegar à lista de 2020, a revista contou com contribuições de seus editores e correspondentes ao redor do mundo e também abriu um processo de inscrição on-line. A revista analisou, então, alguns fatores-chave, como originalidade, criatividade, eficiência, ambição e impacto.

O resultado são 100 invenções, que incluem uma colmeia inteligente, um tubo de pasta de dente mais verde e tecnologia que poderia catalisar uma vacina para a Covid-19.

Conheça algumas das inovações selecionadas, que foram separadas em categorias: acessibilidade, inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, beleza, conectividade, eletrônicos de consumo, design, educação, entretenimento, experimental, finanças, fitness, comida e bebida, saúde doméstica, casa, cuidados médicos, ao ar livre, paternidade, produtividade, bem social, estilo, sustentabilidade, transporte e bem-estar.

Principais inovações do ano, segundo a Times

Solução auditiva de contato

A maioria dos aparelhos auditivos faz um bom trabalho de amplificação de tons médios, mas lutam com os altos e baixos. Isso torna difícil acompanhar conversas em uma multidão. O Earlens, que custa US$ 6.000 por ouvido, anula totalmente o amplificador e, em vez disso, usa uma lente minúscula que fica próxima ao tímpano.

Um microfone alojado no processador auricular do dispositivo capta sons, que um algoritmo converte em vibrações que são transmitidas ao tímpano. Em vez de aumentar o som, Earlens na verdade recria o efeito das ondas sonoras.

Casa de abelhas inteligente

Cerca de 40% das abelhas morrem todos os anos como resultado de doenças, pesticidas e mudanças climáticas. É aí que entra a Beewise, uma colmeia movida a inteligência artificial. Usando robótica de precisão, visão computacional e IA, a casa de abelhas que custa US$ 15 por mês e pode hospedar 2 milhões de abelhas e monitora os insetos 24 horas por dia.

Quando uma colmeia é exposta a parasitas, por exemplo, ou experimenta temperaturas irregulares, seus sistemas internos respondem imediatamente aplicando pesticidas. O uso da tecnologia inteligente pode dobrar a capacidade de polinização e produção de mel, enquanto diminui a taxa de mortalidade das colônias.

Visão de raio-x para médicos

principais inovações

Tudo começou quando o CEO da Augmedics, Nissan Elimelech, teve uma ideia inspirada em super-heróis: não seria legal se os cirurgiões tivessem visão de raio-X? Vários anos de pesquisa e desenvolvimento produziram o xvision (ou visão-x), um fone de ouvido que usa realidade aumentada para transformar a tomografia computadorizada de um paciente em uma visualização 3-D que ajuda a guiar um cirurgião de coluna através de operações nas quais cada milímetro conta. O fone de ouvido sobrepõe uma imagem 3-D da coluna de um paciente sobre seu corpo, permitindo que os cirurgiões vejam o que está sob a pele sem nunca desviar o olhar da mesa de operação. Aprovado pelo FDA em dezembro de 2019, o dispositivo já está em uso nos principais hospitais americanos, como Johns Hopkins e Rush University Medical Center.

Hidratante para tipos climáticos

Quando Ulli Haslacher se mudou de Viena, sua cidade natal, para o sul da Califórnia, ela sentiu a mudança na pele, pois o tempo quente e seco causou problemas inéditos para ela. Isso lhe deu uma ideia: produtos para a pele baseados não em questões específicas como acne ou manchas senis, mas no lugar onde você mora. Hoje, sua empresa, a Pour Moi, baseia suas fórmulas no clima. Os usuários respondem a um questionário sobre o clima no site da empresa, que os ajuda a encontrar os produtos certos ajustados para levar em conta fatores como umidade, temperatura e altitude.

O próximo nível da câmera de ação

A One R, que custa US$ 479, é uma câmera de ação que você pode personalizar. Sua natureza modular a torna adaptável para capturar ações de ciclismo a basquete, bem como imagens e vídeos de pedestres. Além das duas lentes disponíveis, uma lente de 360 graus e uma lente ultra-grande angular 4K, a Insta360 fez parceria com empresas como Barebones e Leica para criar uma variedade de módulos de câmera trocáveis e suportes de lente. Isso se junta ao seu software de machine learning combinado com atualizações constantes e recursos de ferramentas de edição aprimoradas.

Tênis de corrida mais verde

Os tênis de corrida dependem de produtos sintéticos à base de óleo, como o plástico. Para tornar o produto mais sustentável, a Allbirds desenvolveu o Tree Dasher, feito quase inteiramente de materiais naturais, com uma pegada de carbono estimada em quase um terço menor do que a de um tênis comum. Mesmo usando eucalipto, lã merino, óleo de mamona e cana-de-açúcar, o tênis melhora o desempenho do atleta: as fibras de eucalipto esfriam, a lã regula a temperatura e a sola intermediária da cana-de-açúcar oferece amortecimento de desempenho. Embora o Tree Dasher não seja feito para maratonas, ele custa US$ 125 e é adequado para uma corrida de fim de semana.

ABC do Duolingo

Entre as principais inovações de 2020, segundo a Times, também está como o Duolingo transformou os telefones em dispositivos de aprendizagem de idiomas. Agora, com o Duolingo ABC, a empresa enfrenta um novo desafio: a alfabetização infantil. O novo aplicativo é como um segmento interativo da Vila Sésamo que ensina às crianças o básico da leitura com lições divertidas e simples. A plataforma mantém os alunos com gamificação.


Restrito - Copyright © Abrafi - Todos os direitos reservados